Toupeira de Água

Galemys pyrenaicus


Identificação

A toupeira-de-água é um pequeno mamífero semi-aquático que, na sua morfologia, evidencia algumas características adaptativas ao seu modo de vida. Quando em movimento, à superfície da água ou em imersão, o seu corpo é fusiforme com o proboscis, na parte anterior, e a cauda longa, na parte posterior, acentuando ainda mais essa forma; se o animal se encontra a flutuar ou a seco, parece uma pequena bola de pêlo.

A cabeça encontra-se no seguimento do corpo, sem pescoço definido. Os olhos são muito reduzidos. Não existem pavilhões auriculares. O proboscis é um prolongamento negro musculoso, capaz de variados movimentos, terminado por uma zona ligeiramente alargada, onde se abrem duas grandes narinas. Numerosas vibrissas distribuem-se na zona mentoniana. As patas anteriores são pouco desenvolvidas mas com unhas fortes nos seus 5 dedos. Possuem fiadas de pêlos mais longos e claros nas duas margens da pata. As patas posteriores são robustas e munidas de membrana natatória, unindo os 5 dedos. Apresentam unhas fortes e uma fiada de pêlos longos e claros na margem da pata. A cauda é longa e escamosa, terminada por uma zona achatada verticalmente e munida de uma fiada de pêlos mais claros.

A pelagem é densa, entre o castanho escuro e o negro, mais clara no ventre do que no dorso. Encontra-se permanentemente oleosa, graças à produção intensa de substâncias pelas glândulas cutâneas.

Tem um comprimento de cabeça e corpo de 11 a 16 cm e cauda de 10 a 12,5 cm. O peso situase entre 50 a 70 g. As fêmeas apresentam um clítoris muito desenvolvido, que na sua aparência se assemelha a um pénis. Estudos baseados em classes de desgaste ou na deposição de camadas de cimento dentário indicam uma longevidade máxima aproximada de 4 anos. A maioria dos animais não ultrapassa os 3 anos de idade.

Distribuição

Sulcando freneticamente os cursos de água do Minho, Trás-os-Montes, Beiras e províncias espanholas adjacentes até aos Pirinéus, este animal é um dos mais estranhos e enigmáticos mamíferos europeus e, provavelmente, um dos mais vulneráveis.

Ecologia

Os pequenos cursos de água montanhosos e sub-montanhosos são os habitats mais característicos da toupeira-de-água, correspondendo a secções de fácies salmonícola ou de transição salmonícola-ciprinícola. No entanto, a espécie tem sido ocasionalmente localizada em troços mais a jusante, onde a velocidade da corrente, um elemento julgado essencial na sua escolha, é bastante mais diminuta.


Apresentam dois grandes períodos de actividade, um diurno e outro nocturno. Os animais fazem curtas pausas na margem alternando com períodos de movimentos dentro de água. Atendendo ao modo como estes animais se distribuem ao longo do corredor do rio, eles parecem essencialmente solitários e fugidios. Contactos esporádicos asseguram a descendência.

Alimentação

A sua dieta inclui essencialmente macroinvertebrados bentónicos. Alguns autores consideram esta espécie como um especialista alimentar, parecendo-lhes que, do conjunto dos recursos disponíveis, os animais efectuam uma selecção, predando preferencialmente os Tricópteros.

Reprodução

Sabe-se pouco sobre o acasalamento e a reprodução da espécie. Estima-se a gestação em cerca de 30 dias e em 3 ou 4 o número de nascidos em cada uma delas. O período reprodutor deve acontecer entre Fevereiro e Maio, pois em Julho encontramos já indivíduos juvenis nadando nos cursos de água.

Factores de Ameaça

A alteração ou destruição do habitat e a florestação ou desflorestação do seu habitat. Poluição industrial e urbana. Pesca leva à destruição de abrigos e a perturbação de indivíduos. Isolamento geográfico leva a escassez de informação biológica e ecológica.

in " http://darwin.icn.pt/sipnat/wgetent?userid=sipnat&type=ecran7&codigo=98.001.011.001.001
Comentários
"Estou a ver se encontro palavras... Sinceramente estás de parabéns pelo site que crias-te. É sempre bom termos informações sobre locais a visitar e principalmente ser do nosso pais."
Rui Oliveira
Facebook
Junte-se a nós no Facebook. Deixe-nos o seu comentário ou opinião!